Sócio do LIDE FUTURO participa de debate sobre mercado bancário do Brasil

O evento abordou o marco legal das empresas de pagamento, as regulações do Banco Central e a reforma tributária

O LIDE Alemanha promoveu no dia 23 de outubro, em Munique, o evento “Mercado bancário e de fintechs no Brasil considerando a reforma tributária”. O evento teve a presença de dois palestrantes brasileiros, Paulo Focaccia, especialista em direito digital na FAS Advogados e sócio do LIDE FUTURO, e José Mauro da Fonseca Couto, cônsul-geral do Brasil em Munique.

O encontro reuniu empresas de auditoria, bancos, indústrias e empreendedores, com o objetivo de debaterem o cenário do mercado bancário brasileiro e as questões jurídicas no Brasil referente às chegadas das novas fintechs.

Paulo Focaccia abordou o marco legal das empresas de pagamento, regulações do Banco Central e reforma tributária: “com a reforma em trâmite, as possibilidades de investimentos no mercado brasileiro tendem a avançar de forma crescente, já que os investidores terão uma nova confiança em nosso mercado”.

O Brasil conta com 209,3 milhões de habitantes, sendo que 45 milhões de pessoas ainda não têm acesso a serviços bancários. Focaccia enfatiza que o Brasil tem um mercado de crédito de R$ 2,9 trilhões, o que é algo muito atraente para os investidores locais e estrangeiros.

Para muitos especialistas, a reforma tributária é considerada fundamental para a retomada do crescimento da economia brasileira. A atual reforma tributária em trâmite no Congresso propõe que a carga de impostos seja mantida, mas que haja alteração na forma de cobrança, que passa a ser no consumo e não na produção. 

O que muda com a reforma tributária? Confira as tendências do setor bancário e de fintechs no Brasil

Com aprovação da reforma tributária, mercado de pagamentos e créditos tende a democratizar acesso a serviços bancários e reduzir taxas cobradas

Considerada essencial para a retomada da economia do país, a reforma tributária tramita, com textos complementares, na Câmara dos Deputados e no Senado, visando a simplificar a cobrança de impostos com a unificação de diferentes taxas. 

A reforma propõe que a carga tributária seja mantida, mas que haja alteração na forma de cobrança, que passa a ser no consumo e não na produção. 

De acordo com Paulo Focaccia, especialista em direito digital na FAS Advogados e sócio do LIDE FUTURO, “Com a reforma tributária em discussão, o cenário de investimentos brasileiro tende a avançar consideravelmente, uma vez que retomará a confiança de mercado, ficando mais atraente para os investidores locais e estrangeiros. Além disso, a modificação, que tende a trazer a simplificação dos impostos, possibilitará uma maior transparência e entendimento da forma como se aplicam, fator fundamental para a decisão de aplicar dinheiro.”

O executivo estará presente no evento “Mercado bancário e de fintechs no Brasil considerando a reforma tributária”promovido pelo LIDE Alemanha em parceria com Foccacia Amaral e Lamônica Advogados, no dia 23 de outubro, em Munique, na Alemanha. 

Segundo Focaccia, aliando o cenário com o Decreto 10.029, publicado no Diário Oficial da União em 30 de setembro, que permite ao Banco Central maior autonomia para autorizar a entrada de capital estrangeiro em bancos e fintechs nacionais, há uma grande expectativa de entrada de novos players para estes mercados, o que tende a aquecer ainda mais a economia. Até então, a entrada de estrangeiros no capital de instituições financeiras dependia de autorização presidencial, o que intensificava os custos e as burocracias. 

São Paulo é o coração financeiro do Brasil. Estudos mostram que 71% de todas as fintechs brasileiras estão localizadas na cidade. Com o Decreto, as condições para investimentos serão facilitadas, fomentando a concorrência e, consequentemente, a melhoria dos serviços do setor.  

“É iImportante reforçar que o próprio Banco Central, por meioatravés de suas políticas, tem fomentado o crescimento e a inovação no mercado de pagamentos e de créditos. Por todos esses motivos acreditamos que este setor devae ganhar ainda mais relevância no cenário macroeconômico no Brasil, democratizando o acesso aos serviços bancários e reduzindo as taxas cobradas, fator extremamente relevante para o desenvolvimento.” conclui o especialista. 

Entre os palestrantes do evento em que Focaccia discorrerá sobre o tema estão José Mauro da Fonseca Couto, Cônsul Geral do Brasil em Munique e membro do LIDE no Brasil, e Fernando Salvia, Presidente do Conselho de Administração da FAS Advogados. 

Canabidiol, uma opção de tratamento promissor, para a saúde e para os negócios

O LIDE FUTURO promoveu, no dia 13 de agosto de 2019, a 22ª edição do LIKE THE FUTURE, intitulada: “Cannabusiness: um mercado bilionário”. O evento, que teve como um de seus patrocinadores a HempMeds Brasil, propôs um debate impactante sobre o potencial de mercado do composto da Cannabis Sativa no Brasil e no mundo, o canabidiol (CBD).

Do evento para cá, grandes mudanças já ocorreram. Desde o dia 2 de outubro, pacientes e familiares podem solicitar a importação excepcional de produtos à base de CBD, diretamente no site do Governo Federal. A nova ferramenta foi anunciada no dia 24 de setembro pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A partir deste mês, os pedidos de importação do canabidiol serão feitos em um portal do Governo Federal (link: https://www.gov.br/pt-br/servicos/solicitar-autorizacao-para-importacao-excepcional-de-produtos-a-base-de-canabidiol). A proposta pretende agilizar os atendimentos – que hoje registram espera de quase 50 dias – feitos a partir de um formulário que será enviado diretamente à Anvisa. Este novo processo tende a melhorar o tempo de atendimento e os pacientes poderão acompanhar sua situação de análise do pedido no portal.

A autorização excepcional (RDC 17/2015) concedida pelo governo possui validade de um ano e, durante o período de validade dessa autorização, fica liberada a importação dos quantitativos necessários, sendo que os pacientes ou responsáveis legais deverão apresentar a prescrição médica com o quantitativo previsto para o tratamento.

Linha do tempo de avanços na Anvisa

  • RDC no 38, 12 de agosto de 2013 – Regulamenta o CBD para o “uso compassivo”;
  • RDC no 17, 6 de maio de 2015 – Regulamenta a importação de produtos à base de CBD para uso próprio de pessoa física, mediante prescrição médica;
  • RDC no 156, 5 de maio de 2017 – Inclui a Cannabis Sativa na DCB (Denominações Comuns Brasileiras) como planta de uso medicinal.

Potencial brasileiro

O Brasil possui extremo potencial para o agronegócio, com diversos microclimas e terras. Além de dimensões continentais, conta com muitos países que faz fronteira, o que também garante potencial para exportar produtos via transporte terrestre, fluvial e marítimo. É o sétimo maior PIB (Produto Interno Bruto) do mundo e o país mais populoso da América Latina. Se compararmos com a Colômbia e Uruguai, que estão na nossa frente na regulamentação do CBD, temos o 32º e 94º PIBs respectivamente, com populações de 49 milhões e 3,5 milhões respectivamente. Temos um potencial de público consumidor a ser beneficiado com o CBD maior que a população do Uruguai.

A estimativa de recursos a serem movimentados no Brasil vai de R$ 1,1 bi a R$ 4,7 bi por ano, segundo estudo das empresas de dados do setor (New Frontier e Green Hub). A estimativa mais entusiasta representa valor equivalente a 6,5% do total do faturamento da indústria farmacêutica no país em 2017 (R$ 76 bilhões), amparada numa estimativa de que o país tenha ao menos 3,9 milhões de pacientes que poderiam ser tratados com Cannabis.

Evolução nas solicitações para Anvisa

O número de pacientes cadastrados para importação de CBD triplicou nos últimos quatro anos, quando a regulamentação foi aprovada no Brasil. Segundo a Anvisa, até o último dia 17 de maio, 2.094 pessoas fizeram pedidos para o uso da substância em tratamentos médicos. Se o ritmo de pedidos seguir assim até o final deste ano, a quantidade deve superar a de 2018 (3.613 autorizações solicitadas).

Número de solicitações recebidas:

2015 – 902

2016 – 901

2017 – 2.181

2018 – 3.613

2019 – 2.094 (até 05/2019)

Há aproximadamente 897 médicos que já prescreveram produto à base de CBD, sendo mais de 40 especialidades diferentes. O Brasil é considerado como o maior mercado potencial da América Latina.

Patologias, síndromes e transtornos com maior potencial de melhora com Cannabis Medicinal

  • Alzheimer
  • Ansiedade
  • Autismo
  • Câncer
  • Dor crônica
  • Enxaqueca
  • Epilepsia
  • Esclerose Múltipla
  • Fibromialgia
  • Parkinson

De acordo com Caroline Heinz, vice-presidente da HempMeds Brasil, “é uma vitória, pois com a autorização excepcional, mesmo que por apenas um ano, o mercado se altera, das importações compassivas para um medicamento controlado”.

O potencial desse mercado é tão grande, que o assunto também foi capa da Folha de S.Paulo na edição de 30 de setembro de 2019, com a neurologista da USP Laura Guilhoto dizendo que revisões demonstraram que o uso do CBD melhorou a espasticidade em pacientes com esclerose múltipla.

O próximo evento do LIDE FUTURO com o tema: “Cannabusiness: Potencial Nacional e Segmentos de Negócios”, já tem data para acontecer. Será no dia 18 de outubro, das 8h30 às 12h30, na cidade de São Paulo, exclusivo para filiados e convidados especiais.

Omie fecha parceria com LIDE FUTURO para potencializar networking entre empreendedores

A Omie, plataforma de gestão em nuvem número um para PMEs, acaba de anunciar parceria com o LIDE FUTURO, para realizar uma série de iniciativas que potencializem o networking entre participantes do festival de empreendedorismo e inovação promovido pela Omie no dia 8 de agosto, o We Are Omie Business Experience. Os ingressos podem ser adquiridos neste link

O LIDE FUTURO, que conta com um grupo bastante qualificado de lideranças jovens, como gestores de empresas como Grupo Hirota, Corello e Gama Academy, terá um espaço no evento voltado para a troca de experiências entre empreendedores e a formação de parcerias de negócios em potencial. 

Além disso, as empresas promoverão eventos antes e depois do We Are Omie, incluindo um debate sobre empreendedorismo e gestão para 70 convidados na sede da startup, no dia 11 de julho,e um happy hour de integração e networking, no dia 29 de agosto. 

O CEO e fundador da Omie, Marcelo Lombardo, explica que “com a parceria, o We Are Omie, criado para ser um dia de conexões que gerem negócios e tragam soluções práticas para alavancar as vendas das PMEs, torna-se ainda mais assertivo, já que passa a contar com a expertise em networking de uma das principais plataformas do setor”. 

O evento faz parte de uma série de ações da Omie para apoiar a cultura do crescimento e mostrar aos empreendedores que é possível empreender e prosperar no Brasil. Durante o festival, os participantes têm a oportunidade de conferir um dia repleto de palestras que incluem nomes como Shane Snow, Gustavo Cerbasi, Kiko Loureiro e Claudia Raia, entre diversos outros.

Segundo a CEO do LIDE FUTURO, Laís Macedo, “A Omie tem uma forte sinergia com o LIDE FUTURO, pois leva eficiência e prosperidade para empresas e fomenta o empreendedorismo em um ambiente de diálogo, propósito e negócios. No We Are Omie – um evento feito por empreendedores, para empreendedores – o LIDE FUTURO vai contribuir com um espaço qualificado para potencializar o networking entre players de todos os setores”.

O grupo foi escolhido pela Omie por ser formado por pessoas que estão transformando e impactando os seus mercados com novos modelos de atuação, novas tecnologias e negócios disruptivos, assim como a startup.

Presidente do Grupo Europa passa a integrar Comitê de Gestão do LIDE FUTURO

Com muita honra, o LIDE FUTURO dá as boas-vindas à Manuella Curti, Presidente do Grupo Europa, que passa a integrar seu Comitê de Gestão. Composto por sócios do grupo e grandes empresários de diversos segmentos do mercado, a responsabilidade do Comitê é ajudar nas decisões sobre conteúdo, diretrizes estratégicas, planejamento de ações e desenvolvimento do grupo como um todo.

À frente da mais reconhecida marca de tratamento de água residencial de ponto de uso do país desde os 26 anos, Manuella Curti enfrentou o grande desafio de presidir a companhia fundada pela família mesmo não sendo a sucessora direta do pai, falecido em 2010.

Formada em Direito pela PUC/SP e pós-graduada em Administração de Empresas pelo Insper, Manuella traz sua jovialidade para os produtos da Europa, que ganharam ares contemporâneos, e também para a gestão da empresa, trabalhando para construir uma cultura organizacional cada dia mais participativa e coerente com a visão de futuro do negócio.

“Tenho grande preocupação com o legado da empresa, por isso estou sempre disposta a ouvir meu time, composto por pessoas que fazem parte da história do grupo, clientes e parceiros comerciais. São eles que me auxiliam no caminhar para o futuro e também na manutenção da herança positiva da marca”, conta Manuella.

Eleita uma das 56 mulheres mais influentes do Brasil pela Revista Forbes em 2017, a executiva promove uma profunda transformação no negócio com o objetivo de cuidar da água para transformar vidas. Para ela, o futuro deve ser construído com presença, discernimento e a muitas mãos.

CEO do LIDE FUTURO, Laís Macedo explica que o grupo tem a missão de despertar as principais lideranças do mercado para fazer parte dessa jornada e contribuir com suas experiências e vivências. “Somos uma geração sonhadora e diferente de todas as outras. Hoje, lideramos empresas que não lutam só por dinheiro, mas, sim, para mudar a vida das pessoas. Somos motivados pela vontade de criar o novo. Isso é maior do que apenas um trabalho e, quando encontramos pessoas iguais a nós, o mundo pode ser conquistado”, destaca Laís.

LIDE FUTURO inaugura unidade em Goiás

Plataforma de experiência, conteúdo e networking entre jovens lideranças chega ao estado do Centro-Oeste neste mês

O LIDE FUTURO, a mais completa plataforma de experiência, conteúdo e networking entre jovens lideranças, acaba de desembarcar em Goiás. A nova unidade se soma a outras nove já espalhadas pelo Brasil e promete oferecer um importante espaço de trocas entre jovens empreendedores, intraempreendedores e sucessores familiares.

Inicialmente um braço do LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, do qual realizou um spin-off em 2017, o LIDE FUTURO rapidamente se tornou referência no mercado brasileiro pela forma inovadora com que une conhecimento, vivências e know-how de diferentes áreas em um mesmo lugar.

Da esquerda para direita: Cledistonio Moura, CEO do LIDE Goiás, Ivan Bermudes, Vice-Presidente do LIDE FUTURO Goiás, e Lucas D’Alcantara, Presidente do LIDE FUTURO Goiás

Composto por pessoas físicas, que estão transformando e impactando os seus segmentos com novos modelos de atuação, também são membros do grupo agentes de mudança da sociedade ou líderes sociais e empresariais, dispostos a desenvolver redes de relacionamento, influência, atualização e aperfeiçoamento de conhecimento.

São mais de 1.000 membros filiados no total e, além da presença em dez cidades do país e uma no exterior, o LIDE FUTURO segue ampliando o seu exclusivo calendário de eventos, que conta com mais de 100 encontros ao longo do ano.

Por prezar por uma rede altamente qualificada de networking, a associação estabelece um criterioso processo de filiação, uma vez que a qualificação da base está diretamente relacionada à capacidade do grupo em promover eventos com conteúdo rico e relevante.

Jovens empreendedores se unem e criam plataforma

LIDE FUTURO aposta na comunicação e na troca de vivências para o desenvolvimento de lideranças

Criado em 2012 como uma área de atuação do LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, do qual realizou um spin-off em outubro de 2017, o LIDE FUTURO rapidamente se tornou referência no mercado brasileiro pela forma inovadora com que reúne jovens empreendedores, intraempreendedores e sucessores familiares, em uma plataforma de conteúdo, networking e experiências. Composto por pessoas físicas que estão transformando e impactando os seus segmentos com novos modelos de atuação, novas tecnologias e negócios disruptivos. Também são membros do grupo agentes de mudança da sociedade ou líderes sociais e empresariais, dispostos a desenvolver redes de relacionamento, influência, atualização e aperfeiçoamento de conhecimento.

“Somos um grupo que une relacionamento e conteúdo para quem quer transformar o mundo com o seu trabalho. Seja ele seu próprio negócio ou dentro de uma empresa”, explica a CEO do LIDE FUTURO, Laís Macedo.

Com mais de 1.000 membros filiados, o grupo está em oito cidades brasileiras (Campinas, Curitiba, Florianópolis, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, São José do Rio Preto e São Paulo) e em uma no exterior (Assunção, no Paraguai) e segue ampliando o seu exclusivo calendário de eventos, que conta com mais de 100 encontros ao longo do ano.

“Trabalhar por amor pode soar estranho, mas isso é o que guia a nossa geração. Uma geração sonhadora e diferente de todas as outras. Hoje, somos líderes de empresas que não lutam só por dinheiro. Lutam para mudar a vida das pessoas. Dia após dia, acordamos para fazer diferente. Somos motivados pela vontade de criar o novo. Isso é maior do que apenas um trabalho e, quando encontramos pessoas iguais a nós, o mundo pode ser conquistado”, afirma Laís.

Por prezar por uma rede altamente qualificada de networking, que viabilize conexões e trocas de experiências enriquecedoras para o desenvolvimento e sucesso de seus filiados, o LIDE FUTURO estabelece um criterioso processo de filiação.

“Temos um processo seletivo rigoroso, além da necessidade de ser indicado por uma liderança que já integre o LIDE FUTURO, o que nos permite crescer organicamente e totalmente comprometidos com nosso objetivo de ser a mais qualificada plataforma e não a maior”, destaca a CEO do LIDE FUTURO.

Segundo a executiva, a qualificação da base está diretamente relacionada à capacidade do grupo de promover eventos com conteúdo rico e relevante. 

“Despertamos o interesse das principais lideranças do mercado para fazerem parte da nossa jornada e contribuírem com suas experiências, assim promovemos programas de mentoria, por exemplo, com Abílio Diniz, Jorge Paulo Lemann, Sérgio Rial, Roberto Setubal, Paula Bellizia. Os principais nomes do mercado já passaram por nossos eventos e projetos. E, justamente pela qualidade da nossa base, a troca entre nossos filiados e mentores é realmente muito valiosa”, diz.

Cenário

Com os jovens chegando cada vez mais cedo a cargos de liderança devido, principalmente, às mudanças de perfis dos novos profissionais e à chegada da chamada geração Y no mercado de trabalho, o LIDE FUTURO chega com o intuito de inovar e promover um ambiente de troca entre jovens lideranças, que, criativas e inquietas, têm revolucionado os negócios no mundo inteiro, sendo uma grande aposta no Brasil.

Todos os encontros se baseiam em temas relevantes para a sociedade, como mobilidade urbana, futuro do trabalho e liderança feminina, além de contar com a participação dos principais nomes do mercado, incentivando o debate de assuntos pertinentes para quem está mergulhado na esfera empreendedora.

Acesse lidefuturo.com.br e saiba mais.

LIDE FUTURO cresce 110% em um ano

Plataforma de experiência, conteúdo e networking obteve resultados promissores depois do primeiro ano de spin-off

Referência no mercado brasileiro pela forma inovadora com que reúne jovens empreendedores, intraempreendedores e sucessores familiares com o objetivo de oferecer um importante espaço para trocas de conhecimento, vivências e know-how, gerando redes de relacionamento altamente qualificadas, o LIDE FUTURO conta hoje com dez unidades espalhadas pelo Brasil e uma no Paraguai.

A mais qualificada plataforma de experiência, conteúdo e networking do país, o LIDE FUTURO chega com grandes expectativas para 2019. Após o primeiro ano independente do LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, do qual realizou um spin-off, o grupo teve como principal meta no ano passado a reestruturação de sua proposta de valor, batendo 110% de crescimento no período.

Segundo Laís Macedo, CEO do LIDE FUTURO, só no ano passado, nos mais de 100 encontros organizados pelo grupo – um a cada quatro ou cinco dias – e com as mais diversas temáticas, sendo elas totalmente voltadas para atender as demandas específicas de cada área envolvida, foram trocados mais de dez mil cartões de visita, o que resultou, consequentemente, em mais de dez mil oportunidades de negócios.

“Nosso objetivo sempre foi fortalecer o que entregamos e qualificar a nossa base de filiados. Focamos também em promover mais diversidade, incluindo mais mulheres nesse diálogo, garantindo seu protagonismo e transformando a plataforma em um grupo cada vez mais plural, capaz de trazer a real projeção da nova geração de líderes que conduzirá o país”, explica a CEO.

Buscando atingir o mais alto nível em sua rede de relacionamento, 2019 será o ano para amplificar o LIDE FUTURO, expandir sua área de atuação e torná-lo mais relevante para os líderes que fazem parte do grupo. A executiva ainda afirma que a meta é alcançar 1.800 lideranças filiadas até o final deste ano, quase o dobro dos atuais associados.

O time realiza frequentes e minuciosas pesquisas do mercado, proporcionando eventos de destaque para os filiados, com a discussão de temas atuais e explorando novos formatos e métodos de interação e compartilhamento entre eles, além de trazer as principais referências de cada área para geração de conteúdo e a criação de oportunidades reais de negócios e conexão entre eles.

Um dos principais ativos na jornada de uma liderança é uma rede de networking decisiva, de qualidade, influente e muito bem gerida e conectada. “Despertamos o interesse das principais lideranças do mercado para fazerem parte da nossa jornada e contribuírem com suas experiências, assim, promovemos programas de mentoria, por exemplo, com Abílio Diniz, Jorge Paulo Lemann, Sérgio Rial, Roberto Setubal, Paula Bellizia. Esses líderes logo percebem a possibilidade de acessar o futuro, conhecer novos modelos de negócios e soluções inovadoras com as lideranças que estão ressignificando vários segmentos e que ainda serão protagonistas das principais mudanças e saltos do país”, conta Laís.

“2019 é um ano de recomeço, com uma atitude totalmente apartidária, mas favorável ao Brasil. Vamos acompanhar todos os impactos e oportunidades do novo governo e mostrar como podemos performar e prosperar neste novo cenário. Com nossa base completamente multisetorial, teremos o compromisso de apresentar uma agenda inovadora e disruptiva”, explica a CEO.

O LIDE FUTURO apresenta um rigoroso processo seletivo para quem deseja se filiar. “É necessário ser indicado por uma liderança que já integre o grupo, o que nos permite crescer organicamente e totalmente comprometidos com nosso objetivo de ser a mais qualificada, e não a maior plataforma”, conta Laís Macedo.

A programação que acontece ao longo do ano é sempre pautada em temas relevantes e recorrentes no dia a dia das grandes empresas. Em São Paulo, ocorrerá, pelo menos, um encontro por semana, e somando todas as unidades, o grupo ultrapassará 130 eventos até dezembro.